ENCONTRO ANUAL DE HIPNOTERAPEUTAS
Quinta da Calma – Almancil

Local:                  Quinta da Calma, Almancil  www.quintadacalma.com
Datas:                 30 Setembro, 1 e 2 Outubro 2011
Preço:                 €110,00 por pessoa – (Inclui alojamento partilhado, refeições e utilização da sala)
Não inclui o jantar de 6ª feira.
Pagamento:      Transferência para o NIB: 001800005303649302012 – Sylta Kalmbach
Transporte:       Partilhado pelos participantes. Por favor contacte-nos. Tm 926339918

Propomos um fim de semana longe de Lisboa, no ambiente pacífico e tranquilo da Quinta da Calma, em Almancil (Algarve), para retemperarmos forças, aprendermos coisas novas e para nos conhecermos melhor.
Vários convidados estarão entre nós para nos proporcionarem actividades e palestras de interesse, entre elas Iridologia, Tai Chi, Ioga do Riso, Reflexologia, Florais Australianos, Meditação e ainda um momento de Dança.
O alojamento será dividido em quartos single  ou quartos duplos com casa de banho partilhada.
O restaurante vegetariano da Quinta da Calma – Gaia Sol – estará aberto para nós e servirá 3 deliciosas refeições diárias.
Há ainda uma piscina onde poderemos dar um mergulho (levar fato de banho).

 Comentários de alguns participantes do ano passado :

“Adorei tudo! O tai-chi,a meditação com taças tibetanas, os workshops de voz, mindmaps e alimentação e a nossa fantástica noite de discoteca!  A comida era fabulosa e o sítio maravilhoso, por isso não tenho muito mais a acrescentar, a não ser que foram 2 dias absolutamente em cheio, a aprender coisas novas, a trocar ideias e a conhecermo-nos melhor. Definitivamente a repetir… E que tal as 2x/ano? :-)”

“Aproveito para partilhar com todos vós, que gostei muito de participar neste 1º encontro de hipnoterapeutas e conhecer-vos. Foi um fim de semana muito diversificado, bem disposto, animado e relaxante e espero que a associação continue com estas excelentes iniciativas.”

“Venho só saudá-los, dizer o quão importante foi o fim-de-semana, reconciliador comigo próprio e com os outros à minha volta e como isso foi sentido tanto em minha casa como no trabalho. É seguramente o poderoso e estranho efeito contagiante da “Calma”. Uma constatação curiosa que fiz e em que tenho pensado é o que nos une e o que nos faz sentir bem juntos, apesar de tão diferentes uns dos outros, só pode ser porque no fundo somos e queremos ser,fundamentalmente, curadores e essa é a nossa maior força.”